Procurando algo?

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Comentário em post

Salve !

Tomamos a liberdade em transformar em post o comentário de nossa amiga Ana, lançado aqui no blog ontem, em referência ao nosso show no Bovary Snooker Pub. Segue aí, na íntegra:


++++ quote ++++

Visconde Snooker Pub já transformou-se no admirável (ousaria eu dizer que a altura de substituir o Liverpool, e adotar seus filhos orfãos): Bovary Snooker Pub!

A estréia da banda "Os Impublicáveis" (confesso ser minha banda regional favorita) foi marcada pela energia vibrante do rock e sua legião de fãs. 

Uma mesa de amigos dos integrantes (com as ilustres presenças do sogro da vocalista e da mãe do baterista) fez a animação do ambiente ser evidente, embora não parecesse necessário, já que até os jogadores de sinuca pararam seus tacos para admirar essa banda de personalidade tão forte. 
Se fosse fazer uso do estilo jornalístico seria necessário começar a história com o atraso do guitarrista, causado por um acidente que prendeu o trânsito. Seguiria, sem dúvida, para a subida tímida dos integrantes ao palco. E chegaria, ao ponto surpreendente da primeira canção. A pequena vocalista, com seu habitual estilo sexy e brilhante, deu ao público o primeiro êxtase ao mostrar a imensidade de sua habilidade vocal. Viria a seguir derretidas narrações sobre as mais variadas canções de rock dos anos 50, 60 e 70 com que a banda presenteou o animado (e de bom gosto musical, como ressaltou um dos responsáveis pelo Pub) público.
Haveria ainda o relato da participação do vocalista de uma outra banda (perdoem-me a falta do nome, não sirvo pro jornalismo mesmo, falta-me fontes e objetividade!) que tocará também neste domingo no InCover. Anexaria ainda alguns comentários engraçados do baterista e sua atuação vocal divertidíssima de "Vampiro doidão", assim como as partipações de vocal do guitarrista e do baixista (este assumindo, com a maestria da experiência, algumas vezes sozinho).

Enfim, não sou jornalista (nem pretendo ser) e não estou aqui para narrar os fatos, já que tudo que se sente tão pouco pode ser descrito.

Agradeço à banda e ao Bovary pelo show maravilhoso! 
Digo aos que perderam o quanto lamento, pois não foram poucos, mas poderiam ser mais: os ouvidos, olhos, mãos e corações atentos que prestigiaram essa noite incomparável.

De todo coração, Ana.

11 de abril de 2010 02:18

++++ unquote ++++

Então, apenas 02 erratas, para fechar:

1) A senhora que estava em nossa mesa é, na verdade, mãe da minha esposa;
2) O vocalista de outra banda, que participou com a gente, chama-se Lemos, da banda Echoes.

Ana, nosso muito obrigado por suas palavras !

É isso aí... a idéia é essa !

Alfredo
Os Impublicáveis

5 comentários:

Aninha Kita disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Aninha Kita disse...

Nossa, eu que agradeço! >.<
Fico honrada com a publicação do meu humilde comentário.

E peço desculpas pela falha quanto a divertida senhora e fã, pois bem, mãe da Monica.

Sucesso para todos vocês, sempre!
Com todo carinho, Ana.

Madame Capoula disse...

Por isso q acho a música uma das coisas mais extraordinárias que existem, nos aproxima de pessoas que talvez jamais conheceríamos se não fosse por ela. Nos faz sentir emoções inenarráveis, e o que acho mais emocionante nisso tudo é que as pessoas sentem isso junto com a gente e essa é a verdadeira viagem.
Nem sempre é tão fácil, as vezes a gente cansa e acha q não vale a pena tocar ali ou aqui, dar a cara pra bater, passar as noites tocando (trabalhando) e depois ir trabalhar no outro trabalho(erg). Mas tudo passa a valer a pena qd recebemos um carinho tão bonito e sincero como esse.
Aninha, muito obrigada de coração por essas palavras tão lindas, de uma pessoa que sabe sentir e o que acho mais incrível ainda, transformar em palavras.

Carol

why-soserius disse...

Belas palavras Pope... belas palavras...

Alfredo

Anônimo disse...

ANA: o dom de emocionar as pessoas
com suas lindas palavras! *.*

Daia..