Procurando algo?

quarta-feira, 25 de março de 2009

Banda = Bagunça, Bebiba e Ôba-Ôba ?

Salve !

É curioso a impressão que algumas pessoas fazem de banda: "esses caras estão aí só pra farrear e pagar 'mulé' ". Obviamente é impossível dizer que esta idéia não passe em algum momento na cabeça de quem quer montar ou recém montou uma banda. Mas, ao surgirem os primeiros acordes sonantes no grupo o pensamento ruma no sonho de apresentar-se em algum lugar, de ser reconhecido na rua, de ser famoso, enfim.

Mas, menos de 2 ensaios depois, todos da banda já sabem que o caminho será longo. Definição de repertório/estilo, trabalho nos arranjos, voz afinada, backing vocal nos lugares certos, solos bem construídos, entrosamento, letra, métrica, melodia, uma lista que não acaba mais. É neste momento que se constata que a fama e as 'mulé' distam anos luz de onde se está.

Aquilo que pensou-se ser farra torna-se trabalho. Horas dentro de estúdio, sábados, domingos, dias da semana e, quando os primeiros resultados aparecem quer-se 'trabalhar' ainda mais, para que o momento de tocar para alguém chegue logo.

De repente o set list está montado, com boa qualidade e com duração suficiente para uma noite inteira de show. Ôpa, agora é só chegar no bar, dizer que tem uma banda e que quer tocar ali. Infelizmente não é tão simples. Passa-se por uma série de provações, recusas, desconfianças até que depois de muita insistência inteligente alguém abre uma brecha e consegue-se um lugar para tocar. Neste estágio, ganhar nada ou pouco é o que menos interessa. O importante é conseguir tocar em algum lugar.

Chega, então, o tão esperado momento, e é agora que todos se dão conta que aquela tonelada de instrumentos e equipamentos não vão sozinhos para lugar do show. Muitas horas antes do show é necessário desmontar tudo, transportar para onde será show, montar tudo de novo e regular tudo novamente. Aí, quando se está em sua cidade, volta-se para casa para arrumar-se e novamente voltar para onde será o show. Se estiver em outra cidade, passa uma água no rosto, troca de roupa e "vambora".Depois de horas de empolgação quando se está tocando, olha-se para toda aquela, agora, tralha e vem a lembrança que será necessário desmontar tudo de novo e levar de volta para o lugar dos ensaios. Amanhã ou depois terão que montar tudo de novo para ensaiar.

E este ciclo ocorre todos os dias que tem show. Mais interessante é que os ensaios não param; porque a banda quer colocar músicas novas no set list, quer melhorar aquelas que já são tocadas, quer acertar detalhes, quer mais entrosamento. Ou seja: o ir e voltar com os instrumentos e equipamentos é eterno.

E agora ? - Será que banda é realmente bagunça, bebida e ôba-ôba ?

Eu sei e afirmo que não é.
E quando vem a pergunta: "você não se cansa disso ? - de desmontar, carregar, montar ?"

Minha resposta é fácil e imediata: não, porque o amor pela música e o prazer que aquelas horas de show proporcionam são interminavelmente maiores do que qualquer esforço que seja necessário para se chegar lá.

É por aí... a idéia é essa.

A gente se vê por aí !

Aquele abraço !


Alfredo
Os Impublicáveis

P.S.: Você pode visualizar tudo isso em nosso perfil no orkut, no álbum de fotos "Backstages" - http://www.orkut.com.br/Main#Profile.aspx?rl=ls&uid=10223584077005167943

2 comentários:

why-soserius disse...

Sem contar as maquiagens, roupas, botas gigantes e diversos badulaques q fazem parte.
Além das horas e horas de espera... masssss, como dizem, música é uma cachaça e tudo isso compensa qd estamos no palco juntos sentindo
a energia da galera. Isso não tem preço!!!

Mônica Cabrelon disse...

Falta a parte dos Cônjuges: namoradas, namorados, esposas, maridos, etc...esses tbém sentem intensamente a vida da banda!
Eles dão suporte, aguentam mais que qualquer um de vcs: dão apoio, carregam equipamento, batem fotos, filmam, buscam água, coca-cola, copos com gelo. Ficam de ouvidos alertas para saber se o som está bom, se a galera está curtindo. Fazem propaganda, cartazes, convidam amigos, fazem comida, dirigem os carros, manobram.... enfim, poderia citar muitas outras coisas que fazemos - por Amor aos amantes da música - nossos companheiros!